Atividade Parlamentar

Governo de SP segue conclusão de Thiago Auricchio e paralisa PPP da FURP

O Governo de São Paulo, adotando as razões apresentadas pelo deputado estadual e um dos relatores da CPI da FURP (Fundação para o Remédio Popular), Thiago Auricchio, anunciou a suspensão por 90 dias da PPP (Parceria Público-Privada) entre a fundação e a CPM (Concessionária Paulista de Medicamentos), controlada pelo laboratório farmacêutico EMS. O contrato era válido até 2028 e a suspensão tem início em janeiro.

“Após todo o processo investigatório que realizamos, baseado nas denúncias que colhemos e nas vistorias que realizamos, ficou mais do que constatado que se trata de um contrato lesivo ao Governo e principalmente à população. O Estado não podia continuar sendo prejudicado por algo tão grave”, explica Thiago Auricchio.

A PPP foi firmada em 2013 para a produção de 96 medicamentos e investimentos de R$ 130 milhões nos primeiros cincos anos de concessão. No entanto, passados seis anos do início do contrato, a CPI identificou que a CPM produziu apenas 13 remédios e investiu, segundo o superintendente da FURP, Afonso Celso, irrisórios R$ 6 milhões.

“É um importante passo que reforça o compromisso da CPI em contribuir com o Estado e principalmente com a gestão da FURP, que é maior fábrica de medicamentos da América Latina. Uma decisão correta, justa e necessária pelo bem dos cofres públicos”, pontua o deputado estadual.

A suspensão da PPP também teve como base um estudo elaborado pela Fipecafi (Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras), ligada a USP, encomendado pela gestão do governador Doria, e que fez parte do relatório final da CPI. De acordo com o documento, o fim da concessão estancaria o prejuízo anual de R$ 50 milhões que o Estado possui na compra de medicamentos.

“Vamos continuar acompanhando atentamente os próximos passos envolvendo a gestão da FURP e as investigações. Precisamos resgatar a FURP e colocar ela novamente no caminho certo. A fundação já mostrou que é mais do que capaz de contribuir com a vida do povo de São Paulo”, conclui Thiago Auricchio.

©2020 Copyrights - Desenvolvido por Tikao Comunicação
Todos os direitos reservados.