Atividade Parlamentar

Thiago Auricchio é eleito relator de CPI que investigará violência contra a mulher

Autor do inédito Código de Defesa da Mulher, o deputado estadual Thiago Auricchio recebeu, nesta terça (28), mais uma importante missão. O parlamentar foi escolhido relator da CPI que vai investigar a violência cometida contra a mulher no Estado.

“São Paulo sempre foi um exemplo no combate desse mal, com a criação das Delegacias da Mulher. Agora, a Alesp, maior parlamento da América Latina, assume o protagonismo no combate à violência doméstica. Sinto-me honrado pela escolha e acredito que ela é fruto do trabalho realizado”, comenta Thiago Auricchio.

Além da escolha da relatoria, os membros da CPI ainda definiram que a presidência será ocupada pelo Delegado Olim.

O colegiado terá como um dos seus objetivos verificar a atuação ou omissão dos órgãos responsáveis pela prevenção e combate à violência contra a mulher entre 2010 e 2019.

“A CPI nasce num momento em que, infelizmente, registramos um aumento nos casos de violência doméstica no Estado. Mais do que combater o problema, é preciso fazer uma avaliação de onde estão os erros dos gestores públicos, e como podemos corrigi-los”, detalha o parlamentar.

Essa é a terceira CPI em que Thiago Auricchio assumirá o relatório final. Anteriormente, ele havia sido responsável por relatar as CPIs da Quarteirização e da FURP.

“Já fizemos um exitoso trabalho nas outras comissões, com o apoio dos parlamentares, e sei que nessa não será diferente. Todos os membros carregam consigo o mesmo propósito: fazer uma sociedade melhor para as mulheres de São Paulo”, conclui.

©2021 Copyrights - Desenvolvido por Tikao Comunicação
Todos os direitos reservados.